Busca

Ler a Suma Teológica

Um leigo lê a Suma Teológica num debate livre com São Tomás de Aquino.

Vamos começar a ler a Suma Teológica de São Tomás, desde o começo e sem prazo para acabar. 1. O prólogo.

Queridos amigos, passamos a publicar aqui, e nosso plano é ler, aos poucos, a Suma Teológica de São Tomás de Aquino. Ler a suma como um leigo curioso, que se aproxima de um tesouro complexo, encoberto e difícil de explorar (...)

Post Destacado

Será que os anjos foram criados no âmbito do nosso mundo físico? Primeira parte, questão 61, artigo 4.

Os anjos são criaturas celestes. Mas do que falamos, quando dizemos que eles o são? Há sempre uma multivocidade sobre o termo “céu”; podemos falar de céu: 1) como aquele espaço aéreo, ou mesmo interplanetário, acima de nossas cabeças. Podemos,... Continue lendo →

Os anjos foram criados antes que as coisas materiais do universo? Primeira parte, questão 61, artigo 3, parte 2 de 2.

Na primeira parte do texto sobre este artigo, nós concluímos observando que Tomás registra as duas posições que há sobre este assunto; ele registra que, entre os Padres gregos, há uma respeitável opinião de que os anjos não foram criados... Continue lendo →

Os anjos foram criados antes que as coisas materiais do universo? Primeira parte, questão 61, artigo 3, parte 1 de 2.

Estabelecido, nos dois artigos anteriores, que os anjos são criaturas e que eles passaram a existir num determinado momento, o presente artigo quer debater, agora, que momento é este. Parece claro que os anjos foram criados com alguma prioridade com... Continue lendo →

Os anjos começaram a existir em algum momento ou foram criados por Deus na eternidade? Primeira parte, questão 61, artigo 2.

Vimos, no artigo anterior, que os anjos são criaturas, isto é, entraram na existência por um ato criador de Deus. A discussão agora é a respeito de quando isto aconteceu. De fato, sabemos (e a física de hoje confirma) que... Continue lendo →

Como é que os anjos vêm a existir? Primeira parte, questão 61, artigo 1, parte 2 de 2.

Os anjos não são. Só Deus é. Os anjos existem, isto é, são criados, chamados a participar do ser. Para tornar mais clara a noção de "participação no ser", tão essencial para Tomás, ele usa o exemplo do fogo: imaginemos... Continue lendo →

Como é que os anjos vêm a existir? Primeira parte, questão 61, artigo 1, parte 1 de 2.

Os seres vivos materiais podem reproduzir-se. Mas anjos não o podem. Como surgem, então, os anjos? Trata-se de um debate importante. De fato, vamos partir da chamada teoria clássica das "quatro causas" para estudar os anjos. Como sabemos, as quatro... Continue lendo →

Será que os anjos amam naturalmente mais a Deus do que a si mesmos? Primeira parte, questão 60, artigo 5, parte 3 de 3.

No texto anterior, Tomás ofereceu sua resposta sintetizadora sobre o tema em debate, ou seja, sobre o amor natural dos anjos por Deus. Ele usou a analogia com aqueles entes inanimados que deixam de existir pelo bem do todo, ou... Continue lendo →

Será que os anjos amam naturalmente mais a Deus do que a si mesmos? Primeira parte, questão 60, artigo 5, parte 2 de 3.

Será que os anjos amam, por amor natural, mais a Deus do que a si mesmos? Vimos, no último texto, a hipótese controvertida de que eles não amam a Deus, naturalmente, mais do que a si mesmos. São cinco argumentos... Continue lendo →

Será que os anjos amam naturalmente mais a Deus do que a si mesmos? Primeira parte, questão 60, artigo 5, parte 1 de 3.

Debatemos, então, o amor natural, o amor eletivo, o amor-próprio e o amor natural aos outros, nos anjos. Neste último artigo, bastante longo, o debate diz respeito ao amor que os anjos têm por Deus. A hipótese controvertida é a... Continue lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑